ANÁLISE LABORATORIAL DO TEOR DE ÁLCOOL NA GASOLINA VENDIDA NO MUNICÍPIO DE FLORESTA-PE

Juliana Andreza Figueirôa, Claudiana Maria da Silva, Anayla dos Santos Sousa

Resumo


A experimentação no ensino de química tem sido destacada por diversos autores, uma vez que constitui recursos experimentais importantes que pode auxiliar na construção de conceitos, sendo essencial no processo de evolução conceitual. Com o crescimento da população tem aumentado em grande escala os números de veículos automotores e consecutivamente combustíveis. A adulteração de combustíveis tem aumentado vastamente, sendo um fator de grande preocupação para autoridades, sendo assim a Agência Nacional de Petróleo inspecionar os postos de todo o país. O combustível mais adulterado no país é a gasolina, sendo o mais utilizado pela população brasileira. Nesse contexto esse trabalho tem como objetivo determinar o percentual de álcool em algumas amostras de combustíveis comercializados em diversos postos do município de Floresta-PE.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.24864/arepb.v7i1.357

A Barriguda: Revista Científica

Centro Interdisciplinar de Pesquisa em Educação e Direito
Campina Grande - PB - Brasil

contato@abarriguda.org.br

Licencia Creative Commons
Os trabalhos publicados em A Barriguda: Revista Científica estão licenciados com uma Licença Creative Commons