Uma questão de poder – parte 2

Havia algum tempo, Nikkie era o líder do bando. O acesso à comida e às fêmeas dependia de sua permissão. Se algum macho tentasse fazê-lo sem sua concordância, teria que enfrentá-lo no braço. Yeroen era a eminência parda: velho e cansado, não tinha mais a força necessária para comandar sozinho, mas ainda tinha a força […]

Uma questão de poder

A história das idéias vitoriosas começa na manjedoura, passa pelo calvário, culmina em crucifixos dourados em altares de mármore e perece sob o manto de fórmulas tão dogmáticas quanto vazias. Diante dela, não é possível outra inferência senão a de que o destino dos visionários é a trivialidade e o dos reacionários, a adesão ao […]

Primeira conversa

Há algumas semanas, recebi o convite gentil para publicar uma coluna mensal n’A Barriguda, acompanhado de um conjunto de diretrizes de publicação, entre as quais destaco o que me parece ser o ponto principal: os textos devem versar sobre temas de algum modo ligados ao direito, qualquer que seja o gênero textual escolhido pelo colunista […]