Grupo dos Diários Associados declara que não irá repassar o acervo do DB

Após reunirem-se extraordinariamente, para discutir a permanência do acervo fotográfico e jornalístico do Diário da Borborema em Campina Grande, a Câmara de vereadores resolveu formar uma comissão para manter diálogo e negociação com a direção dos Associados no Nordeste, a fim de preservar os arquivos na cidade. A sessão especial foi uma propositura do vereador Antônio Pereira, um dos que encampou a luta pela permanência do acervo na Rainha da Borborema.

A comissão é composta pela reitora Marlene Alves; o reitor da UFCG, professor Thompson Mariz; o professor Mário Vinícius; o jornalista Júlio César Gomes de Oliveira; o pesquisador e historiador Júnior Flor; o também historiador Thomas Bruno; e os vereadores Antonio Pereira, João Dantas, Olímpio Oliveira, Pimentel Filho e Ivonete Ludgério.

Comissão para negociar a permanência do acervo do DB em CG

Da Tribuna da Casa, o vereador Antônio Pereira conclamou os presentes a buscarem uma solução para que a história de Campina Grande fosse preservada e permanecesse na cidade , já que em outra localidade perderia funcionalidade, sobretudo para a comunidade acadêmica, para o poder legislativo, para os historiadores.

“ Vamos unir forças no sentido de preservar a história de Campina Grande tão bem relatada pelo Diário da Borborema ao longo desses mais de 50 anos. Precisamos preservá-lo, pois é um Patrimônio Cultural, político e econômico de nossa cidade, fonte riquíssima de pesquisa, reconhecida pelo povo de Campina Grande”, observou Pereira.

Na oportunidade, os vereadores Antônio Pimentel, Olimpio Oliveira, João Dantas, Tovar Correia Lima e Ivonete Ludgério também fizeram uso da palavra e colocaram sugestões, inclusive esperando contar com o apoio da Prefeitura de Campina Grande para resolver o impasse.

A professora Marlene Alves, reitora da Universidade Estadual da Paraíba, assegurou, que a instituição está empenhada para garantir que o acervo do jornal Diário da Borborema permaneça na Rainha da Borborema, servindo como fonte de pesquisa para alunos, professores, pesquisadores e a sociedade em geral.

Ela informou que já manteve contato com os representantes do DA Press (setor responsável pelos acervos dos jornais do Grupo Diários Associados), em Brasília, para tratar do assunto e frisou que recebeu da senhora Vânia Caldas a indicação de que ela irá intervir para que a guarda do acervo seja repassada para a UEPB.

Entretanto, a jornalista Tatiana Brandão publicou em sua página virtual de relacionamento que na tarde da última quarta-feira, em João Pessoa, durante reunião do Sindicato dos Jornalistas da PB, MTE e direção dos Diários Associados, foi repassada a informação de que, apesar do engajamento da UEPB em ser guardiã do acervo do DB para que ele permaneça em Campina Grande, o Grupo não irá repassá-lo a ninguém.

A empresa ignora totalmente as garantias dadas pela reitora Marlene Alves, de que a UEPB vai atender todas as exigências feitas para ter a cessão do material e mantê-lo na Rainha da Borborema.

Fonte: Página virtual da jornalista Tatiana Brandão

Paraibaonline

Deixe uma resposta

*